domingo, maio 26, 2013

Kamen Rounin BLACK

Disponível na Niconico Video em maior resolução de imagem e qualidade de áudio.
É um filme independente produzido em 96.
Tarou, é um estudante reprovado no vestibular admirador do Kamen Rider BLACK,  que abre mão dos estudos e com o seu próprio traje se torna BLACK para lutar pela paz (?!)
Uma nova produção com o desejo de reviver Kamen Rider Black, filmada em 8mm e reeditada.

"kamen rounin" é como são chamados estudantes inscritos no vestibular em fase de preparação.

Abaixo o episódio dessa sátira de Kamen Rider BLACK dividido em 4 partes.






domingo, julho 08, 2012

Jogo Brasil e França da Copa do México 86 não foi transmitido ao vivo - alguém confirma?

Hoje no facebook me deparei com todo mundo comentado sobre o atraso da Globo na transmissão "ao vivo" do UFC, isso me faz lembrar um episódio estranho que vivi na época da Copa do Mundo de 1986.
 No jogo Brasil e França eu assisti à noite, um dia antes no telejornal (pelo que me recordo, telejornal esse da própria Globo) que o Brasil perdeu da França. Falei para meus pais, mas não me levaram a sério por ser criança e o jogo costumar a ser transmitido ao vivo.
 Bem, no dia seguinte todo mundo na espectativa de ver o jogo Brasil X França, animados que o Brasil ia ganhar mais uma vez, e só eu desanimado sabendo que o Brasil perdeu.
Meus pais, amigos do prédio, pais de amigos, ninguém acreditava em mim que o Brasil já havia perdido aquela partida, todos achando que o jogo seria transmitido ao vivo.
 Na hora do jogo o Brasil marcou o primeiro gol, pensei estar errado mesmo, mas depois o Platini da França empatou e o Brasil perdeu nos pênaltis, e o resultado foi a derrota conforme o telejornal anunciou na noite do dia anterior. Até hoje acho estranho aquele episódio, tenho a impressão que aquele jogo não foi ao vivo, mas infelizmente nunca ouvi falar de outra pessoa que viveu esse fato, e já pesquisei até na internet numa tentativa de confirmar essa história.
Mas no youtube por exemplo, leio somente comentários de pessoas com memória afetiva daquela época em que torciam pelo Brasil nessa copa, mas ninguém denunciando que já sabia do resultado, o que torna esse episódio pra mim ainda mais fantasmagórico, rss.

 Obs: pelo youtube vi que a BAND e as rádios também transmitiram a partida ao mesmo tempo que a Globo, muito esquisito.

 Minha lembrança do jornal que anunciava a derrota do Brasil um dia antes da partida:

 A repórter externa perguntava para o povo nas ruas, quem iria ganhar, Brasil ou França? Aí o povo respondia, um tiozinho dizia "Brasil, de 3 à 0", uma mulher dizia que vai dar Brasil também e por aí vai, todos em clima de festa. Mas aí em seguida a repórter disse mais ou menos assim "Mas isso foi só para descontrair um pouco, porque na verdade, o Brasil perdeu." Lembro vagamente que em seguida começaram a explicar o motivo da derrota e talvez o porque do resultado antes da transmissão da partida, mas eu tinha 7 anos apenas e não consegui assimilar bem. Ainda mais que já estava chocado com a notícia que foi um banho de água fria, era a primeira Copa do Mundo que eu acompanhei na vida e recebo um spoiler chato desses.

 Mas se com a tecnologia de hoje, em pleno 2012 a Globo ainda não tem competência de transmitir um evento ao vivo como aconteceu com o UFC, imagina em 1986. Cada vez mais acredito que aquele jogo foi transmitido com um dia de atraso.

 Gostaria de esclarecer o que houve na verdade, se alguém passou mais ou menos por isso naquela época poderia deixar seu comentário aqui. Até o fim da minha vida gostaria de entender o que realmente aconteceu. Será que houve algum lapso temporal e acabei assistindo a uma notícia do futuro? Kkkkkk.


Vídeo de Brasil X França (Copa do México 86)
Esse jogo foi mesmo transmitido ao vivo? Sei não...

quinta-feira, junho 07, 2012

Uma História Real - Como Nasceu um Desenhista

Fortuna, fama, mulheres. Vale a pena investir nesta profissão prazerosa, aonde o trabalho é pura diversão e se obtém grande reconhecimento!

Pelo menos é o que mostrava essa HQ para a propaganda do Curso de Desenho da Escola Panamericana de Arte, publicada num gibi da década de 70.

Achei tão ilário a tamanha veracidade que a profissão de desenhista foi retratada nesta HQ, que não resisti em escanea-la e publicar aqui. O final é o melhor, kkkkkk.

Se você já fez esse curso na Panamericana de Arte, deixe aqui seu depoimento do quanto o resultado que obteve em sua vida foi semelhante ao do rapaz da HQ.


sábado, setembro 03, 2011

Dublagem dos episódios finais de Jiban foi um sucesso!


Em julho, o estúdio Dubrasil havia abrido uma enquete polêmica para a escolha do novo dublador de Jiban. Houveram alguns problemas durante o processo de votação, mas no final o candidato mais adequado para o Jiban acabou vencendo.

No final de agosto, aqueles que adquiriram o box na pré-venda já puderam conferir o resultado da dublagem. Como ainda estou sem grana para comprar esse carissímo box, acabei conferindo a dublagem através de trechos de um áudio disponibilizado por um fã.

Ao conferir o resultado fiquei impressionado com a qualidade, e pude sentir todos os esforços dos dubladores para ficar o mais semelhante ao que já foi feito, e o respeito que tiveram pelos fãs. Realmente a Dubrasil está de parabéns pelo trabalho.

Personagens como Dr. Yanagida, Seishi, Halley, Policial Yoko e as vilãs Marshal e Kanon tiveram seus dubladores originais, e com exceção do Robô Halley, a interpretação de todos continua praticamente a mesma! E mesmo o Halley deu pouca diferença, mais nada que prejudique o trabalho.

A nova dubladora da Ayumi fez a interpretação idêntica a primeira, tanto que pensei que não havia sido substituída.

César Emilio,o novo dublador do Dr. Jean Marrie, apesar de não ter a mesma imponência na voz do antigo dublador, interpretou perfeitamente o personagem e com o mesmo modo de falar.

A Madogarbo acabou sendo dublada pela Zodja Pereira, a Benikiba de Jiraiya. Embora a voz seja diferente, sua voz e interpretação serviu perfeitamente para a personagem que não ficou nem um pouco descaracterizada. Além disso, a Sra. Zodja estava na direção na dublagem, e desde o início de mostrou preocupada de fazer esse trabalho na maior qualidade possível, e pelo resultado pude comprovar o quanto sua dedicação realmente foi verdadeira.

E finalmente o policial de aço Jiban com seu novo dublador Figueira Jr. ficou muito bom, dá para sentir na interpretação toda a determinação do herói.

Achei que teve só uns pequenos probleminhas, mas são tão pequenos que nem vale a pena comentar. O conjunto de todo o trabalho ficou ótimo, ainda mais sabendo do prazo curto que a Dubrasil teve para fazer essa dublagem, somado ao fato que não é nada fácil retomar um trabalho que foi feito há 20 anos atrás.

Para uma distribuidora de filmes procurando um estúdio para fazer a dublagem, a Dubrasil é mais do que recomendada, pois é um estúdio que visa satisfazer seus clientes e futuros consumidores da obra:
http://www.centraldubrasil.com.br

Quem quiser conferir o aúdio com trechos da dublagem, por ainda não ter grana para bancar a fortuna que custa um box de 5 DVDs, clique aqui.

Para saber mais detalhes sobre a dublagem do Jiban, recomendo ler esta entrevista com a Zodja Pereira do Estúdio Dubrasil:
http://falandodedublagem.blogspot.com/2011/08/zodja-pereira-fala-sobre-nova-dublagem.html

terça-feira, agosto 30, 2011

3% - Piloto de série de ficção científica e drama

Por caso acabei achando esse piloto de um seriado brasileiro no youtube.
No início comecei a assistir a toa, mas acabou prendendo minha atenção para ver até o fim.
Encontrei alguns defeitos na minha concepção, mas danem-se os defeitos. Seria muita perda de tempo e arrogância comentar aqui, pois os caras fizeram o melhor que puderam. Nada precisa ser perfeito, aliás porque não existe nada perfeito.

Recomendo que assista e tire suas próprias conclusões.
Comento mais no final, um comentário agora seria spoiler, e aqueles que me conhecem sabe que odeio spoiler.

São 3 partes, mas acredito que se a primeira parte te prender, vai ser inevitável querer ver o resto.

O legal é que são atores desconhecidos (pelo menos pra mim), não tem aquelas figurinhas que estamos cansados de ver nas novelas da Globo.

Assista, e se tiver tempo, por favor, veja meus comentários (in)úteis no final.

Parte 1:




Parte 2:



Parte 3:



Além de assistir tudo, você ainda ficou aqui para ler meus comentários? Valeu!

Bem, vimos que a história gira em torno do lado de cá e do lado de lá.
O lado de cá pelo que esses jovens mostram parece que é o inferno na Terra, e deve ter alguma coisa muito boa do lado de lá para se submeterem a toda espécie de humilhação psicológica e moral, e até colocarem a vida em jogo.

Mas o que me prendeu a atenção dessa história de um futuro (não sei fala bem de época, e sim de um mundo) apocalíptico foi o fato que de certa forma já vivenciamos isso no atual mundo moderno.
O inferno do lado de cá seria algo como o desemprego, ou a busca por um status maior, e o lado de lá seria uma chance de emprego, ou de elevar esse status. Aí entram as famosas entrevistas de emprego e dinâmica de grupo, formas cruéis de seleção cujo critério só os selecionadores conhecem, e que colocam os candidatos que concorrem entre si num inferno psicológico aonde os mesmos nem sabem se o que vale são os seus valores importantes adquiridos em sua formação, ou encenar um personagem do que acham que a empresa espera deles, mas sem ao menos estar muito claro o que é esperado.
Se não bastasse a entrevista no qual muitas vezes devemos entrar fazendo um personagem ensaiado previamente, aprendido naquela apostila de como se portar para uma vaga de emprego, no qual coçar a cabeça pode significar insegurança, olhar para o lado pode significar dúvida, respirar pode mostrar ansiedade... e ainda por cima tem a humilhação em grupo... digo, dinâmica em grupo.
Aí começa o Topa Tudo Por Dinheiro, no qual os candidatos devem entrar em jogos idiotas que beiram o ridículo, fazer palhaçadas que jogam no buraco toda a sua dignidade como ser humano, em busca da sonhada chance de ter uma oportunidade melhor na vida.
Sempre encarei essas dinâmicas de grupo como uma psicologia usada para o mal, pois destroem a estima e dignidade de muitos seres humanos. E voltando ao seriado, vemos que essa psicologia perversa é utilizada de forma extrema para recrutar os candidatos que visam sair de um inferno da indignidade para o paraíso dos demônios (acabei enxergando o lado de lá assim).

Essa série mostra uma realidade que já ocorre de certa forma. É o rumo que esse inferno do mundo moderno e competitivo ao extremo, no qual o único valor é conquistar status, pode nos levar. Tive a impressão que se basearam nessa realidade que vivemos, e deram um toque militar e apocalíptico a coisa.

Os caras estão procurando um canal de TV interessado em viabilizar a temporada completa.
Aí esse processo seletivo cruel vale para os próprios produtores, pois as emissoras de TVs só se interessam na mesma programação alienante de sempre como reality shows, novelas manipuladoras e humor de mau extremo mau gosto. Coisa que engana esse povinho fuleira brasileiro.
Um seriado que faz pensar não interessa para os poderosos que querem mais é que o povo fique cada vez mais ignorante.

Boa sorte para os produtores de 3%!

sexta-feira, julho 22, 2011

Figueira Jr. é o novo dublador de Jiban nos 2 episódios finais



Foi descoberto que a enquete da Dubrasil para a escolha da voz do Jiban foi burlada (estava na cara), e por um grupo de otakus espiritos de porco, um tal de Otaku Friends. A própria Dubrasil acabou descobrindo isso.

Mas os fãs de tokusatsu lutaram até o último instante e acabou vencendo o dublador Figueira Jr. (voz 2). Agora fica o alivio do Jiban não ter mais a voz de criança como na voz 1.

Os fãs de Jiban requisitaram os dubladores Sérgio Rufino, Tatá Guarnieri ou Marcio Araujo, e não gostaram nenhum pouco dos 2 dubladores genéricos selecionados pela Dubrasil e dados como únicas opções.

A Sra. Zodja da Dubrasil, muito simpática, explicou que a seleção desses 2 canditados foi bem rigorosa, e o objetivo era encontrar candidatos que além do timbre de voz semelhante, tivessem uma flexibilidade para serem conduzidos a uma interpretação semelhante ao do Carlos Laranjeiras (dublador original do Jiban que faleceu).

A voz 1 (que assustou os fãs), segundo ela, apesar de ter esse timbre mais garoto, nos testes o dublador teve uma performance muito parecida com o do Laranjeiras. Já a voz 2, parece que em quesito "imitação" perde do 2, mais tem a voz mais madura.

Venceu a voz mais madura, por que Jiban com voz de criança não dá.

Vendo por essa ótica faz sentido a escolha da Dubrasil, mas eu particularmente achei um disperdicio o Sérgio Rufino que tem uma enorme semelhança com o timbre de voz do Carlos Laranjeiras, além de uma grande experiência, não ter sido escolhido para fazer o Jiban.
Com seu estilo próprio mesmo, Sérgio Rufino se sairia muito bem na interpretação do Jiban, quando ouço amostras de trabalhos anteriores não tenho dúvida disso.

Para mim o que vale mesmo é que o personagem tenha uma interpretação bem heróica, imponente...

Mas infelizmente o critério de escolha é um dublador que force a interpretação para ficar como o Carlos Laranjeiras. Acho que estão preocupados em agradar os fanáticos por esse dublador, que se saiu muito bem como Jiban, concordo, mas também não precisa imitar o cara em tudo.
Só que eles acabam precisando agradar diversos fanáticos movido por memória afetiva, e acaba dando nisso. As vezes tenho a impressão que muitos por aí são mais fãs do dublador Carlos Laranjeiras do que do próprio Jiban.

Tanto que muitos ficaram de birra, que preferem que os 2 últimos episódios fiquem se dublagem, do que o Laranjeiras ser substítuido. Totalmente inviável para uma empresa lançar um box de DVD com a dublagem incompleta, isso não faz sentido.

É muito comum diversos cados de fãs de tokusatsu e anime (Cavaleiros do Zodíaco é o que mais acontece!), em que a pessoa fala demais dos dubladores e os personagens da série fica em segundo plano. Eu acho um absurdo, mas cada cabeça uma sentença.

Mas a Dubrasil já iniciou a dublagem dos 2 últimos episódios com Figueira Jr. como Jiban, e ainda hoje será entregue o produto final para a Focus Filmes (rápido, né?). Embora na demo ele ficou um pouco genérico, vamos torcer que ele mande bem na interpretação do policial de aço. Acho que vai ficar bom, e até quem sabe ele nos surpreenda.

Quantos aos outros personagens, a Sra. Zodja disse que na medida do possível serão dublados com as vozes originais ou semelhantes.

Espero que a Dubrasil nunca mais faça uma enquete como essa que por ser muito simples, é muito fácil de ser burlada.

quarta-feira, julho 20, 2011

Abaixo assinado para anular enquete da Dubrasil da escolha da nova voz do JIBAN

Sabemos que os últimos 2 episódios inéditos do JIBAN não tem dublagem, e que a FOCUS contratou a Dubrasil deHermes Baroli para fazer essa dublagem.

Como o dublador Carlos Laranjeiras já é falecido, desde de segunda-feira a Dubrasil iniciou uma enquete absurda para escolher a nova voz do Jiban, sem nenhuma consulta prévia dos fãs da série.

O maior problema é que a enquete está sendo descaradamente burlada, pois na internet não existe uma manifestação sequer dos fãs de tokusatsu e Jiban a favor da voz 1, em que Naoto/ Jiban fica parecendo um moleque, mas esta voz permanece ganhando.

Devido a falta de respeito da Focus Filmes e da Dubrasil com os fãs de Jiban, foi aberto um abaixo assinado para anular a enquete e solicitando os dubladores mais requisitados para o papel entre os fãs.

Colabore para salvar a dublagem do final da série do policial de aço:

Abaixo assinado para anular a enquete da Dubrasil referente a nova voz de JIBAN

O abaixo assinado será direcionado a Focus Filmes e Hermes Baroli/Dubrasil.

Temos pouquíssimo tempo para tentar impedir que estraguem a dublagem do final da série.

terça-feira, julho 19, 2011

Salvem a dublagem de JIBAN!



A Focus Films está lançando em DVD a série do Policial de Aço JIBAN, cujo herói foi dublado por Carlos Laranjeiras.

Como os 2 últimos episódios nunca foram exibidos na televisão, a dublagem de ambos foi dada como perdida, sendo necessária a Focus providenciar uma nova dublagem.

Toda a série foi lançada em DVD com dublagem clássica da Álamo, somente os 2 últimos precisarão de uma nova dublagem, e o estúdio escolhido para isso foi a Dubrasil, do Hermes "Seiya" Barolli.

Acontece que o dublador do Jiban, o Carlos Laranjeiras já faleceu. Então o site da Dubrasil abriu uma enquete para escolher entre duas opções, o substituto para dublar o herói.

Link para a votação para o novo dublador do JIBAN

(A votação acaba nesta quinta-feira, dia 21/07, às 15h.)

O problema é que ambas as opções são bem ruins para o personagem (embora sejam bons profissionais)! O dublador 1 (não identificado) tem uma voz muito de moleque, o Jiban vai ficar parecendo o Ash do Pokémon. O dublador 2 é o Figueira Jr. (Fry do Futurama), que entre os dois eu votei por ficar menos ruim.

Mandei um recado pelo contato do site da Dubrasil com o apelo que não façam essa loucura. Os fãs de tokusatsu precisam entrar em contato com os caras imediatamente para que o final deste clássico não seja prejudicado.
Os dubladores mais requisitados pelos fãs de Jiban, segundo o fórum Tokubrasil:

- Sérgio Rufino: Hikaru - Macross / Shiryu até o ep.10 (gota mágica)

- Tatá Guarnieri: Metalder / Kenshin Himura - Samurai X/ Nova voz do Chaves

- Márcio Araújo: Milo de Escorpião (álamo-dubrasil) / James - Pokemon


Qualidades de cada dublador: Sérgio Rufino (voz mais próxima do Laranjeiras), Tatá Guarnieri (versatilidade mudar a entonação de voz), Márcio Araujo (um pouco próximo do Laranjeiras, e temos referências de trabalhos mais atuais).

Segue o link do contato da Dubrasil para implorar que façam uma melhor escolha para o dublador do JIBAN:

Contato da Dubrasil

terça-feira, maio 31, 2011

Dragon Ball - live-action coreano



Não é só os chineses que fizeram um filme live-action de Dragon Ball. Existe também essa versão coreana.

É a versão que o figurino está mais parecido com o mangá/anime, mas a interpretação dos atores me lembram os de novela mexicana.

Segue o link do you tube, aonde se encontra um monte desses:

Vídeo - Dragon Ball Live-Action Coreano

A Chichi quando criança usava o capacete do Ultraseven! Ainda está pendente de eu assistir seriados da família ultra, mas já estou saindo do assunto deste post...

quarta-feira, abril 20, 2011

Honey Honey - vídeo de OP e ED + letra de música

Video de abertura e fechamento do anime Honey Honey - Suteki na Bouken com legenda em português.



Honey Honey é um anime que foi exibido no Brasil no sbt nos anos 80, e que marcou a infância de muitos, embora tenha muita gente que não assistiu ou não se lembra.

Foi um de meus primeiro contato com desenho japonês, e lembro-me que meu pai ficava me estranhando por se tratar de um desenho para meninas. Diversas vezes ele me perguntava "Você gosta de assistir isso?!" me olhando feio, rss.

Apesar de ser um desenho mais voltado ao publico feminino, o que me chamava a atenção é que havia uma trama com continuidade, como uma novela (que também é feita mais para o público feminino, mas tem muito homem que adora), o que não era comum nos desenhos americanos em seus episódios com histórias fechadas. Além de um drama que envolvia, não consigo lembrar exatamente qual o primeiro desenho japonês que vi, acredito que foi o Pinóquio que passava quando eu era muito pequeno, mas sempre tinha essa características de possuir histórias envolventes e dramáticas.

O legal é que Honey Honey apesar de ter sido adquirido de segunda mão (do México ou Espanha se não me engano) teve sua trilha sonora original preservada com a música cantada em japonês. Isso era muito raro, pois o costume era adaptar a música ou compor outra, pois acreditavam que o público ocidental não gosta de música japonesa, e isso não é verdade. Tanto que as músicas de Honey Honey (interpretadas por Yoko Seri) ficarão para sempre na memória de quem assistiu.

Para relembrar, segue abaixo as letras da músicas de abertura e encerramento romanizadas:

Tema de abertura: Haato (Heart) wa Oosuwagi
(O coração se agita)


itazura na no wa umaretsuki

otenba musume de gomennasai

dai suki na akai kutsu haite

ru ru run ru ru run kibun

nakayoshi koneko no ririi (Lili) ga ireba

nani ga atte mo heiki na no

ashita wa nani ga okoru ka na?

haroo (Hello)! hanii hanii (Honey Honey) harikiri hanii (Honey)

haroo (Hello)! ririi (Lili) ririi (Lili) mini mini ririi (Lili)

hanii (Honey) to ririi (Lili) no bouken ryokou

mou haato (heart) wa haato (heart) wa oosuwagi


Tema de encerramento: Niji no Shoujo
(Garota do Arco-íris)



watashi ga yuuhi o mite iru aida ni

dokoka no kuni dewa asahi ga noboru

ah, konna mishiranu sekai e itte mitai

hanii hanii (Honey Honey), anata no egao wa totemo suteki ne

sono hitomi kagayaite shiawase ga hira hira to

anata o tsutsumu no ne

yakusoku shimashou

watashi mo yume o kanaete miserutte

A tradução das músicas está na legenda do vídeo no início deste post.



Fênix, Favos de Mel, a gatinha Lili e a Princesa Flora.



Yoko Seri, a cantora das músicas de Honey Honey.

Parceiros Destaques

Flávio Soares - Desenhos

Insector Sun - Site Oficial

KN78 Fansub

Visitantes